CURSO NOVO NO AR: MICROSSERVIÇOS



Angular: Rotas, Guardas e Navegação

O Angular nos fornece um esquema de rotas e navegação completo, simples e fácil de utilizar, incluindo um esquema de guardas de rotas para implementar segurança em nossos Apps.

Se você não sabe como eles funcionam, ou quer aprender mais sobre o assunto, vem comigo que vou te mostrar neste artigo.

Criando o módulo de rotas

No Angular, muita coisa é modularizada, e as rotas não são diferentes. Ao criar uma aplicação Angular, somos indagados sobre o uso das mesmas (Would you like to add Angular Routing?), e ao responder “Yes”, já temos tudo que precisamos para o roteamento.

Na verdade, tudo que precisamos para ter rotas em nossa aplicação é um arquivo de módulo das rotas e importá-lo posteriormente no Root Module.

Este arquivo de rotas, normalmente chamado app-routing.module.ts, tem a seguinte estrutura.

import { NgModule } from '@angular/core';
import { Routes, RouterModule } from '@angular/router';

const routes: Routes = [];

@NgModule({
    imports: [RouterModule.forRoot(routes)],
    exports: [RouterModule]
})
export class AppRoutingModule { }

O que importa para nós neste momento é a constante “routes”, que será o local onde colocaremos nossa estrutura de rotas.

Em adicional, vamos criar algumas páginas (Components) para poder exemplificar melhor, rodando os comandos abaixo.

ng generate componente pages/login  
ng generate componente pages/signup  
ng generate componente pages/master  
ng generate componente pages/home  
ng generate componente pages/reports

Compondo as rotas

As rotas são definidas por dois elementos principais, o Path, que é o caminho (URL) e o Componente, que é o componente a ser carregado. Ainda existem outras formas de carregar páginas mais eficientes, como carregamento assíncrono, via módulos, mas este é assunto para um próximo artigo.

Este é o resultado da forma mais simples de rotas que podemos ter no Angular.

import { NgModule } from '@angular/core';
import { Routes, RouterModule } from '@angular/router';
import { LoginComponent } from './pages/login/login.component';
import { SignupComponent } from './pages/signup/signup.component';
import { MasterComponent } from './pages/master/master.component';
import { HomeComponent } from './pages/home/home.component';
import { ReportsComponent } from './pages/reports/reports.component';

const routes: Routes = [
    { path: 'login', component: LoginComponent },
    { path: 'signup', component: SignupComponent },
    { path: 'master', component: MasterComponent },
    { path: 'home', component: HomeComponent },
    { path: 'reports', component: ReportsComponent },
];

@NgModule({
    imports: [RouterModule.forRoot(routes)],
    exports: [RouterModule]
})
export class AppRoutingModule { }

Ao abrir o browser, podemos navegar para http://localhost:4200/home por exemplo, porém, continuaremos a ver a página padrão do Angular na tela.

Exibindo as páginas

Quando configuramos uma rota e navegamos até ela, o Angular recupera a URL, checa no arquivo de rotas e tenta carregar o componente na tela.

Neste caso, o que acontece é que o Angular recuperou a URL http://localhost:4200/home, encontrou uma rota com este nome, localizou o componente que devia renderizar na tela, mas não conseguiu encontrar ONDE, na tela, ele deveria renderizar este componente.

Para que isto aconteça, precisamos de uma tag especial, chamada de Router Outlet, pois sempre que um fluxo como o descrito acima é chamado, o Angular busca esta tag para poder renderizar o componente desejado.

Vamos então para página app.component.html, remover todo conteúdo dela e deixar apenas as tags .

Desta forma, ao navegar para URL http://localhost:4200/home, conseguimos ver o texto “home Works!”, padrão dos componentes do Angular.

É importante notar que qualquer HTML contido na página app.component.html será exibido em todas as páginas do nosso App, então, particularmente prefiro deixar apenas o Router Outlet nele.

Um erro comum na navegação do Angular é utilizar o href padrão do HTML para link de páginas. O uso desta propriedade, fará com que nossa aplicação seja recarregada a cada navegação.

Ao invés disso, utilizamos o routerLink do Angular, que fará com que apenas os componentes necessários sejam renderizados na tela.

Desta forma, vamos incluir o seguinte código à todas as páginas HTML (home, master, login, signup, reports) que temos.

<hr>
<a routerLink="/login">Login</a><br>
<a routerLink="/signup">Signup</a><br>
<a routerLink="/master">Master</a><br>
<a routerLink="/home">Home</a><br>
<a routerLink="/reports">Reports</a><br>

Neste momento, já podemos executar a aplicação, utilizando “ng serve” e navegar entre as páginas que criamos posteriormente.

Existe também, um elemento chamado Router Link Active, que nos permite deixar um link com algum CSS diferente quando sua rota está selecionada.

Para este exemplo, criei um estilo chamado “selected” no arquivo styles.css, conforme mostrado abaixo.

.selected {
    font-weight: bold;
}

Desta forma, podemos adicionar a propriedade routerLinkActive no nosso link e assim que uma rota for chamada o link ficará em negrito. Vamos então substituir nosso código anterior, por este abaixo.

<hr>
<a routerLink="/login" routerLinkActive="selected">Login</a><br>
<a routerLink="/signup" routerLinkActive="selected">Signup</a><br>
<a routerLink="/master" routerLinkActive="selected">Master</a><br>
<a routerLink="/home" routerLinkActive="selected">Home</a><br>
<a routerLink="/reports" routerLinkActive="selected">Reports</a><br>

Da mesma forma que podemos navegar utilizando elementos do HTML, podemos também via TypeScript.

Para isto, precisamos utilizar o Router, injetado no componente e posteriormente utilizar seu método Navigate, conforme mostrado abaixo.

import { Component, OnInit } from '@angular/core';
import { Router } from '@angular/router';

@Component({
    selector: 'app-home',
    templateUrl: './home.component.html',
    styleUrls: ['./home.component.css']
})
export class HomeComponent implements OnInit {

    constructor(
        private router: Router
    ) { }

    ngOnInit() {

    }

    goToLogin() {
        this.router.navigate(['/login']);
    }

}

Parâmetros nas Rotas

Para passar parâmetros em rotas, precisamos primeiro definir o nome dele nas constantes do módulo de rotas.

{ path: 'home/:parametro', component: HomeComponent },

Feito isto, podemos navegar novamente para página Home através da URL https://localhost:4200/home/MeuParametro e recuperar seu valor pelo Activated Route.

import { Component, OnInit } from '@angular/core';
import { ActivatedRoute } from '@angular/router';

@Component({
    selector: 'app-home',
    templateUrl: './home.component.html',
    styleUrls: ['./home.component.css']
})
export class HomeComponent implements OnInit {

    constructor(
        private activatedRoute: ActivatedRoute
    ) { }

    ngOnInit() {
        const par = this.activatedRoute.snapshot.paramMap.get('parametro');
        console.log(par);
    }

}

O Activated Route nos dá acesso a rota ativa no momento, seus parâmetros e demais valores.

Rotas aninhadas

Normalmente, as páginas de Login, Signup, Reset Password não possuem menu lateral ou cabeçalho, porém a Home, Reports, dentre outras, possuem.

O conceito de Master Pages pode ser aplicado aqui também, onde temos uma página mestre e carregamos outro conteúdo dentro dela.

Para ter este resultado no Angular, basta movermos uma rota dentro da outra, utilizando a propriedade Children.

import { NgModule } from '@angular/core';
import { Routes, RouterModule } from '@angular/router';
import { LoginComponent } from './pages/login/login.component';
import { SignupComponent } from './pages/signup/signup.component';
import { MasterComponent } from './pages/master/master.component';
import { HomeComponent } from './pages/home/home.component';
import { ReportsComponent } from './pages/reports/reports.component';

const routes: Routes = [
    { path: 'login', component: LoginComponent },
    { path: 'signup', component: SignupComponent },
    {
        path: '',
        component: MasterComponent,
        children: [
        { path: '', component: HomeComponent },
        { path: 'reports', component: ReportsComponent },
        ],
    },
];

@NgModule({
    imports: [RouterModule.forRoot(routes)],
    exports: [RouterModule]
})
export class AppRoutingModule { }

Note que agora, Home e Reports ficam dentro de Master na rota, e o ciclo para renderização dos componentes também segue este modelo.

Eu removi o Path do componente Master e Home, já que não fazia mais sentido tê-lo, senão as URL ficariam “master/home”, “master/reports” e nunca teríamos um “/” apenas.

Seguindo o ciclo, ao renderizar as telas agora o Angular tentará carregar DOIS COMPONENTES, o Master e o Home por exemplo, porém, só temos UM Router Outlet na tela, causando confusão.

Desta forma, no Master, temos também que adicionar um Router Outlet.

<p>master works!</p>
<hr>
<a routerLink="/login" routerLinkActive="selected">Login</a><br>
<a routerLink="/signup" routerLinkActive="selected">Signup</a><br>
<a routerLink="/master" routerLinkActive="selected">Master</a><br>
<a routerLink="/home" routerLinkActive="selected">Home</a><br>
<a routerLink="/reports" routerLinkActive="selected">Reports</a><br>
<hr>
<h3>Menu/Cabeçalho</h3>
<router-outlet></router-outlet>

Agora ao navegar para Home ou Reports, teremos além dos links carregados em todas as páginas, uma mensagem “Menu/Cabeçalho”.

Guardas

Para fechar nosso assunto de rotas, temos a possibilidade de criar guardas, que permitem ou não o acesso a determinadas rotas.

Estas guardas são cumulativas, ou seja, você pode ter vários arquivos de guardas, e todos eles seguem um mesmo padrão, implementam CanActivate e tem um método apenas, chamado também CanActivate, que retorna verdadeiro ou falso, informando se o usuário pode ou não chegar a esta página.

Neste exemplo, criei uma rota que retorna sempre falso, ou seja, não permite a navegação para uma página.

import { CanActivate } from '@angular/router';
import { Injectable } from '@angular/core';

@Injectable()
export class SampleGuard implements CanActivate {
    canActivate() {
        return false;
    }
}

Feito isto, vamos adicionar a guarda aos Providers no AppModule.

import { BrowserModule } from '@angular/platform-browser';
import { NgModule } from '@angular/core';

import { AppRoutingModule } from './app-routing.module';
import { AppComponent } from './app.component';
import { LoginComponent } from './pages/login/login.component';
import { SignupComponent } from './pages/signup/signup.component';
import { MasterComponent } from './pages/master/master.component';
import { HomeComponent } from './pages/home/home.component';
import { ReportsComponent } from './pages/reports/reports.component';
import { SampleGuard } from './guards/sample.guard';

@NgModule({
    declarations: [
        AppComponent,
        LoginComponent,
        SignupComponent,
        MasterComponent,
        HomeComponent,
        ReportsComponent
    ],
    imports: [
        BrowserModule,
        AppRoutingModule
    ],
    providers: [
        SampleGuard
    ],
    bootstrap: [AppComponent]
})
export class AppModule { }

Para finalizar, podemos utilizar o CanActivate das rotas para aplicar a guarda a uma rota pai ou alguma rota filha.

import { NgModule } from '@angular/core';
import { Routes, RouterModule } from '@angular/router';
import { LoginComponent } from './pages/login/login.component';
import { SignupComponent } from './pages/signup/signup.component';
import { MasterComponent } from './pages/master/master.component';
import { HomeComponent } from './pages/home/home.component';
import { ReportsComponent } from './pages/reports/reports.component';
import { SampleGuard } from './guards/sample.guard';

const routes: Routes = [
    { path: 'login', component: LoginComponent },
    { path: 'signup', component: SignupComponent },
    {
        path: 'master',
        component: MasterComponent,
        canActivate: [SampleGuard],
        children: [
        { path: 'home', component: HomeComponent },
        { path: 'reports', component: ReportsComponent },
        ],
    },
];

@NgModule({
    imports: [RouterModule.forRoot(routes)],
    exports: [RouterModule]
})
export class AppRoutingModule { }

Agora ao tentar navegar para as rotas “/” ou “reports” seremos bloqueados.

Formação Completa de Angular

E aí, gostou deste artigo? Quer aprender a criar um App completo com autenticação, restrição em rotas, perfis de acesso? Então você não pode deixar de fazer minha formação em Angular!
São mais de 8 horas de curso, com mais de 100 aulas, 100% prático, com didática diferenciada, e o melhor, você COMEÇA DE GRAÇA!

COMEÇAR AGORA

Populares

ASP.NET 5 – Autenticação e Autorização com Bearer e JWT

Este artigo atualmente utiliza a versão 5.0.0-rc.1 do ASP.NET/.NET, o que significa que ainda não...


Clean Code - Guia e Exemplos

Saiba como manter seu código limpo (Clean Code) seguindo algumas práticas sugeridas pelo Robert C...


Git e GitHub - Instalação, Configuração e Primeiros Passos

Git é um sistema de controle de versões distribuídas, enquanto GitHub é uma plataforma que tem o ...


Visual Studio Code - Instalação e Customização

O Visual Studio Code é um editor de código criado pela Microsoft e que tem uma grande adoção pela...


Angular: Rotas, Guardas e Navegação

O Angular nos fornece um esquema de rotas e navegação completo, simples e fácil de utilizar.


Compartilhe este artigo



Conheça o autor

Me dedico ao desenvolvimento de software desde 2003, sendo minha maior especialidade o Desenvolvimento Web. Durante esta jornada pude trabalhar presencialmente aqui no Brasil e Estados Unidos, atender remotamente times da ?ndia, Inglaterra e Holanda, receber 8x Microsoft MVP e realizar diversas consultorias em empresas e projetos de todos os tamanhos.





1.877

Aulas disponíveis

272

horas de conteúdo

30.197

Alunos matriculados

22.465

Certificados emitidos





Comece de graça agora mesmo!

Temos mais de 16 cursos totalmente de graça e todos com certificado de conclusão.

Começar


Prefere algo mais Premium?

Conheça nossos planos



Premium mensal

Cobrado mensalmente via
cartão de crédito


ESGOTADO

  • Acesso à todo conteúdo
  • Emissão de Certificado
  • 55 cursos disponíveis
  • 4 carreiras disponíveis
  • 161 temas de tecnologia
  • Conteúdo novo todo mês
  • Cobrado mensalmente

Me Avise

Política de privacidade

Premium semestral

Compra única, parcelada em até
12x no cartão de crédito


12x R$

33

,33

=R$ 399,90
  • 6 meses de acesso
  • Acesso à todo conteúdo
  • Emissão de Certificado
  • Tira Dúvidas Online
  • 55 cursos disponíveis
  • 4 carreiras disponíveis
  • 161 temas de tecnologia
  • Conteúdo novo todo mês
  • Encontros Premium

Começar agora

Política de privacidade

Premium anual

Compra única, parcelada em até
12x no cartão de crédito


12x R$

64

,99

=R$ 779,90
  • 1 ano de acesso
  • Acesso à todo conteúdo
  • Emissão de Certificado
  • Tira Dúvidas Online
  • 55 cursos disponíveis
  • 4 carreiras disponíveis
  • 161 temas de tecnologia
  • Conteúdo novo todo mês
  • Encontros Premium

Começar agora

Política de privacidade



Precisa de ajuda?

Dúvidas frequentes



  • Posso começar de graça?

    Sim! Basta criar sua conta gratuita no balta.io e começar seus estudos. Nós contamos com diversos cursos TOTALMENTE gratuitos e com certificado de conclusão.

  • Vou ter que pagar algo?

    Nós temos cursos gratuitos e pagos, porém você não precisa informar nenhum dado de pagamento para começar seus estudos gratuitamente conosco. Os cursos gratuitos são completos e com certificado de conclusão, você não paga nada por eles.

    Porém, caso queira algo mais Premium, você terá acesso à diversos benefícios que vão te ajudar ainda mais em sua carreira.

  • Por onde devo começar?

    Siga SEMPRE as nossas Carreiras, elas vão te orientar em todos os sentidos. Os cursos já estão organizados em categorias e carreiras para facilitar seu aprendizado.
    Nossa sugestão para aprendizado é começar pelo Backend e seguindo para Frontend e Mobile.

    • Backend
    • Frontend
    • Mobile

  • Os cursos ensinam tudo que preciso?

    Nenhum curso no mundo vai te ensinar tudo, desculpa ser sincero! Os cursos são uma base, eles fornecem por volta de 30% do que você precisa aprender, o resto é com você, com dedicação e MUITA prática.

  • O que eu devo estudar?

    Java ou .NET? Angular ou React? Xamarin ou Flutter? A resposta é simples e direta: "Você já sabe o básico?"

    Se você ainda não sabe BEM o básico, ou seja, os fundamentos, OOP, SOLID, Clean Code, está perdendo tempo estudando Frameworks ou até coisas mais avançadas como Docker. Foque nos seus objetivos primeiro.
    Agora se você está indeciso sobre qual Framework estudar, a boa notícia é que o mercado neste momento está bem aquecido e você tem várias oportunidade. Desta forma o que levaríamos em conta para tomar esta decisão seria:

    • Já sei o básico
    • O Framework/Tecnologia tem mercado onde eu estou (região)
    • O Framework/Tecnologia é utilizado em uma empresa onde quero atual
    • O Framework/Tecnologia resolve meu problema
    • Eu gosto de utilizar o Framework/Tecnologia

  • Estou pronto para estudar no balta.io?

    Com certeza! O primeiro passo é começar e você pode fazer isto agora mesmo!

    Começar de graça

Ainda tem dúvidas?





Assine nosso Newsletter

Receba em primeira mão todas as nossas novidades.

Cadastrar


balta.io